Vivemos em um mundo esquisofrênico

Esquizofrenia pode ser definida como um conjunto de psicoses que se origina no interior da pessoa, que apontam para a existência de uma dissociação entre a ação e o pensamento, que se manifesta em sintomas variados, como delírios e alucinações.

Este é o nosso mundo de hoje, um mundo esquizofrênico onde o pensamento não mais expressa aquilo que a Natureza lhe transmite, por uma simples razão: o pensamento cessou de existir com o término da fase de animal de origem Racional e a chegada do Raciocínio na nova fase em vigor, a  Fase Racional.

A função do pensamento de então era a de proporcionar certo equilíbrio ao ser humano. Secou, e a função foi transferida para o magnético, uma energia doentia, violenta e maligna.

E o que se pode esperar de uma energia mórbida, má e destrutiva dominando a mente e as ações dos viventes?

Só destruição, delírios e alucinações, quase sempre com requintes de crueldade!

Mas, retornemos por um momento aos primórdios da verdadeira história da humanidade, para tomarmos conhecimento de quando, como e onde tudo isso começou.

Vivíamos, então, na PLANÍCIE RACIONAL, no MUNDO RACIONAL, onde fomos gerados pelo Raciocínio Superior a todos os Raciocínios, aquele que a partir de SEU Próprio Raciocínio nos criou à sua imagem, semelhança e perfeição: DEUS, o RACIONAL SUPERIOR.

Uns tantos de nós nos encaminhamos para uma pequena parte da PLANÍCIE RACIONAL que não estava pronta para progredir e nela passamos a progredir por conta própria. Fomos advertidos inúmeras vezes por nosso PAI, mas não demos ouvidos, prosseguindo em nosso falso progresso regressivo, achando tudo muito natural.

Aquela pequena parte da Planície, não suportando mais o progresso das transformações a que estava sendo submetida, começou a se deslocar e a se afastar em movimentos circulares descendentes, levando com ela todos aqueles seres puros, limpos, perfeitos, eternos e criminosos, que usaram e abusaram para muito além do limite de sua livre e espontânea vontade e de seu livre arbítrio.

O movimento de descida prosseguiu, e com ele a perda continuada das virtudes da Planície e de todos aqueles seres. Para encurtar, essas virtudes perdidas, que são vidas, formaram nessa transformação, o sol, a lua, as estrelas, a água, a terra, os vegetais e os animais; as sete partes virtuosas materializadas na formação degenerada e deformada do universo encantadoque habitamos.

Esses tantos viventes, com seus corpos sutis e ainda eternos, porém já deformados, se extinguiram ao tocarem a superfície da planície no início de sua materialização em terra e água. Só não se extinguiram definitivamente por lhes ter sido concedido, no último instante, a permanência do vínculo com a Energia de sua Origem, a Energia Racional, também já deformada de seu estado original de pureza, limpeza e perfeição.

Novos corpos de matéria foram então concebidos, gerados, formatados e animados pela Natureza, brotando do chão dessa terra como qualquer vegetal: inicialmente como monstros, depois monstrinhos, depois monstrengos e finalmente, monstrões. Mais adiante passaram a selvagens atrasados, e depois adiantados e em seguida a civilizados.

Nesse longo processo evolutivo, transitaram pelos seguintes períodos:               – Primeiro Milênio, da degeneração; a energia magnética, da imaginação;                                                                                                              – Segundo Milênio, da deformação; a energia elétrica, do pensamento;    – Terceiro Milênio, da recuperação; a Energia Racional, do Raciocínio.

Daí tendo se formado os Três Poderes, o trio da origem do Terceiro Milênio, que é a Fase Racional.

Na fase do animal de origem Racional, a Natureza, a Dona de tudo e de todos, que tudo criou e tudo fez para manter o que gerou, criou o pensamento para dar continuidade à lapidação das fases anteriores, de monstros e selvagens. Em 1935 chegou à Terra a Fase Racional, a Fase do Raciocínio, a Fase da Energia Racional. Até então, três energias degeneradas em um só corpo de matéria: a Energia Racional materializada, a energia elétrica fluídica, e a energia magnética, também fluídica – os Três Poderes.

Tudo isso evolução da Natureza degenerada.

Voltando ao tema inicial, o que se pode esperar de um conjunto energético formado de uma energia materializada e aprisionada na glândula pineal do vivente e duas energias fluídicas deterioradas, degradadas e poluídas sendo que uma às vezes boa, às vezes má, e a outra só maldade pura?

Só mesmo maldade, lapidação e sofrimento!

Então, quem foi que criou esse mundo cheio de histórias imaginárias, contos e lendas com as quais se alimentavam os atrasados? Quem criou os mistérios, enigmas e fenômenos para engabelar e lapidar o ser inconsciente, sonâmbulo e sonhador de olhos abertos?

Foi DEUS?

NUNCA!

O verdadeiro DEUS, o RACIONAL SUPERIOR puro, limpo e perfeito nunca faria uma imperfeição dessas criando viventes sofredores e mortais.

Os autores e causadores desse mundo, consequência do primeiro e único, o MUNDO RACIONAL, fomos nós mesmos. Toda causa tem seu efeito. E hoje, todos apavorados temendo uma guerra atômica que só causará a aniquilação da humanidade. Chegamos ao ponto de criar engenhos para a destruição do mundo, nos intitulando donos do mundo sem termos a menor ideia que este mundo é consequência de seus próprios habitantes.

Agora, diante dos artefatos de destruição arrasadora, o Alarme Racionalsoou e todos acordando estarrecidos por não terem com quem contar nem onde se agarrar.

Contudo, pela graça da Divina Providência, já temos com quem contar: a chegada da Fase Racional e da Obra Salvadora “Universo em Desencanto” de Cultura Racional; a Literatura Transcendental que ensina o vivente a Raciocinar e a se conhecer conhecendo a sua verdadeira história, que o livra dessa esquizofrenia mundial, dessa enfermidade epidêmica mortal que grassa na Terra, pois no desenvolvimento do Raciocínio está a recuperação e a salvação da humanidade.

Na fase do pensamento prevalecia essa dicotomia do dia e da noite, do bem e do mal, do positivo e do negativo e da ambivalência de sentimentos que leva do amor ao ódio e do ódio ao amor; paranoia pura!

No Raciocínio somos “um por todos e todos por um”, somos todos uma unidade, uma só irmandade. Essa é que é a Energia que imuniza o ser humano de todos os perigos emanados do eletromagnetismo: a IMUNIZAÇÃO RACIONAL. Essa é a energia que se adquire lendo e relendo o LIVRO “Universo em Desencanto” que nos livra deste pesadelo infernal da vida na matéria e nos leva de volta ao verdadeiro mundo de nossa origem, o MUNDO RACIONAL.

Não somente a leitura e a releitura nos conduz ao Paraíso Racional. É necessário e preciso transmitir esses conhecimentos adquiridos para nossos irmãos que ainda não tiveram a oportunidade de tomarem conhecimento da Cultura Racional. Como diz nosso PAI no Livro Universo em Desencanto: “todos os que não fizerem propaganda daquilo que conhecem e sabem, para o bem do seu próximo, estão em falta grave, diminuindo seu prestígio, perdendo o mérito para alcançarem e serem contemplados de tudo o que necessitam, que imploram, que desejam”.

Esta divulgação é para o engrandecimento de todos, portanto, ao salvar-se salvando o próximo, seu próprio mérito aumenta e tudo de bem e de bom ocorrerá para si.

RACIOCÍNIO: RACIONAL

RACIONAL: RACIOCÍNIO

 

SALVE!